Fotografia Brasileira se une, se fortalece e se torna realmente nacional

Neste último final de semana, 120 produtores culturais da fotografia brasileira se reuniram em Brasília no intuíto de discutir entre si  e com o Minc idéias e projetos que possam criar uma rede do fazer fotográfico brasileiros. Foram 9 os grupos de trabalhos criados: 

GT1 – Políticas públicas para fomento, pesquisa e difusão da fotografia

GT2 – Meios de difusão e canais de comunicação

GT3 – Ensino da fotografia: instituições de ensino e cursos livres

GT4 – Relações internacionais

GT5 – Formato da Rede

GT6A – Direito autoral e direito de imagem

GT6B – A questão fiscal

GT7 – Memória da produção contemporânea

GT8 – Modelos de gestão de rede, encontros e festivais

GT9 – Projetos socioculturais

Foi um sucesso que culminou na manhã de domingo com palestra do próprio ministro da cultura Juca Ferreira. Infelizmente eu não pude estar presente. Por isso deixo a quem esteve a narrativa do que aconteceu.

Vocês podem seguir diretamente no blog do Clício Barroso: um dos pilares desta idéia junto com Iatã Cannabrava.

Os textos vocês lêem aqui, aqui, aqui e aqui

As fotos podem ser vistas aqui.

30 anos depois…

volto para a Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero. Explico: este ano comemoro 30 anos de formada em jornalismo e 30 anos escrevendo e pesquisando sobre fotografia. Coincidentemente a faculdade me chamou para dar aula de fotojornalismo junto com o Ariovaldo Vicentini. Começo já agora. Se a gripe suina deixar. Enfim, estou bem feliz! Mais uma desafio!

Pós-graduação em fotografia

Os cursos de especialização em fotografia estão se multiplicando pelo Brasil. Sorte nossa. Além da UEL (Universidade Estadual de Londrina), o mais antigo, por sinal, já tínhamos o da Univali. Agora mais três novos cursos: dois em Curitiba e um em Recife: na Unicuritiba Anuska Lemos está coordenado a pós em “Poéticas Visuais”. As inscrições vão até o dia 30 de março. Ainda na capital paranaense, inicia no próximo dia 27 de março o curso “Fotografia e Imagem em Movimento, coordenado por Joseane Daher. A aula inaugural será dada pelo fotógrafo Klaus Mitteldorf. Já em Recife, com início também previsto para o final de março,  é a Faculdade Marista, que inaugura a pós em fotografia na capital pernambucana. Isso sem falar no mestrado em Comunicação Visual – ênfase em fotografia, ministrado também na UEL. Mas, para o mestrado e especialização em Londrina,  as inscrições são no segundo semestre.

Onde foi que paramos?

Ah, sim! estava indo para Recife! Foi maravilhoso! Além de reencontrar amigos, conheci novas pessoas, todas ligadas á fotografia e também foi muito bom!

Adorei participar do V Congresso Brasileiro  de Comunicação Social da Faculdade Maurício de Nassau. Auditório lotado no sábado à tarde para falarmos de fotografia. Mesa composta por professores e fotógrafos: Marcia Mendes, Valéria Gomes, Jacqueline Maia, Renata Victor e eu. Falamos sobre o tema  das 14 ás 16 horas. Foi bem divertido! Mas o bacana foi saber que em Recife estão estudando a possibilidade de abrir pós-graduação em fotografia! Já estou torcendo.

Não fui almoçar em Olinda, mas em compensação, passei horas no Boteco Maxime:  um rodízio de frutos do mar. Bom chopp, boa companhia e boa conversa!

No final da tarde uma debate na  Arte Plural Galeria, a fantástica Maria do Carmo Nino, professora da Universidade Federal de Pernambuco. Foi sobre o Cartier-Bresson, em comemoração ao centenário deseu nascimento. O professor José Afonso Jr, também da Federal, levou o vídeo “The Impassioned Eye”. José Afonso Jr, representa o grupo F1UFPE (fotografia estética contemporânea) e, em parceria com a Plural – leia-se o animado Fernando Neves – pretendem regularmente passar vídeos sobre fotógrafos e fotografia.

 

Mais um vôo

Estou indo para Recife! Delícia! Vou passar o fim de semana por lá. Na agenda várias coisas: uma aula para alunos da Faculdade Mauricio de Nassau, participação no V Congresso  Brasileiro de Comunicação Social e no domingo, final de tarde, um bate-papo sobre Cartier-Bresson, na Arte Plural Galeria!

O bom é que vou reencontrar vários amigos que tenho por lá e espero, desde que o tempo esteja bom, domingo almoçar na Oficina do Sabor em Olinda, afinal eu também mereço me tratar bem, super bem, aliás!

Volto na segunda!

Bom final de semana para todos!

Nas sombras de um sonho

Finalmente temos no Brasil um livro que fala de fotografia de moda. É o livro do professor Claudio Marra, que a Editora Senac comprou os direitos autorais, traduziu e já colocou nas livrarias. Encontrei este livro numa livraria italiana em 2005. Depois de lê-lo fiquei absolutamente apaixonada pelo enfoque que o autor – um professor de história da fotografia e de cultura da moda na universidade de Bologna – dá para a fotografia da moda. Como diz o fotógrafo Marcio Scavone, na orelha do livro: “como um meteóro incandescente de idéias desta obra de Claudio Marra desaba no nosso telhado  de “ingênuos” consumidores ou criadores de imagens, jogando luz em cantos obscuros, ateando fogo a conceitos e interpretações quase dogmáticas neste campo tão exasperadamente aberto da fotografia”.

Do outro lado do mundo

Muitos de meus ex-alunos continuam mantendo contato comigo, via telefone, e-mail, me convidando para tomar um chopp, me mandando notícias sobre seus feitos e trabalho. Confesso que fico bem feliz, em saber por onde andam e em saber que continuam me mantendo em suas listas. Falam de suas viagens -literais e mentais – de seus desejos, mandam suas fotos, endereços de blogs e escrevem neste blog.

Mas hoje gostaria de destacar três deles que estão literalmente do outro lado do mundo e me mandam notícias de vez em quando.Um é o Diego Lajst que está ha um ano na China. Ele foi convidado por uma universidade línguas para ensinar português. É claro que aproveita para fotografar, fazer seu blog (seu diário) e montar um belíssimo portfólio. Além de ser uma experiência fascinanate. O trabalho dele pode ser visto aqui. Outros dois são o Érico Hiller e o Renato Negrão. Neste momento eles estão no Índia. No começo do ano, mais precisamente em março, fui convidada pelo Érico e pelo pessoal (maravilhoso) do Sesc Vila Mariana, para entrevistar o Érico que apresentava um trabalho sobre “Violência Contra Mulher”. Ele fotografou mulheres agredidas no Brasil e na África. Agora ele está na Índia completando ou ampliando um trabalho que está desenvolvendo sobre  metrópoles. De quebra levou o Renato junto como assistente e como fotógrafo. O Renato mandou o endereço do blog que começou a fazer.  Destaco estes trabalhos hoje mas sem esquecer dos fotoblog, ensaios e trabalhos dos outros. E são muitos! Vale a pena ver os blogs que eles indicam.

Créditos: foto acima Diego; foto ao lado Renato.

As imagens de Boris Kossoy

 boris.jpg

Amanhã, dia 25, a Pinacoteca do Estado inaugura a mostra “Boris Kossoy: o caldeiscópio e a câmara”. São 120 imagens do fotógrafo Boris Kossoy, em geral mais conhecido e reconhecido por seus textos teóricos. Sempre fui sua fã (o nome trama fotográfica é inclusive inspirado num de seus textos – ver aqui).

boris4.jpg

O conheci quando iniciei minha caminhada fotográfica, em 1979. Mas isso foi há muito tempo. Desde então ele se tornou referência em minhas pesquisas e meus estudos, isso quando não minha fonte quando o assunto era fotografia brasileira do século XIX ou então ideologia da imagem. Seus três livros: “Fotografia e História”, “Realidade e Ficções na Trama Fotográfica e “Os Tempos da Fotografia”, (todos publicados pela Ateliê Editorial) são, no meu entender, bibliografia obrigatória para quem quer e gosta de estudar fotografia.

 boris1.jpgboris2.jpgboris3.jpg

Por isso fiquei muito feliz em poder fazer uma entrevista com ele. Entrevista esta que saiu no Caderno2 (jornal Estado de S.Paulo) de hoje (livre só para os assinantes na internet). Mas o importante é que agora as pessoas vão poder conhecer um pouco melhor também o fotógrafo. Algumas imagens já deixo aqui. A exposição abre amanhã, mas vai até o dia 23 de março!

Nas asas da Panair

foto-001.jpg

Amanhã cedo vou  para Londrina para meu curso na UEL (Universidade Estadual de Londrina), Especialização em Fotografia. Espero voltar com boas notícias sobre o mestrado que inicia o ano que vem. Já comentei este assunto aqui no blog.

Até segunda!