Novos Cursos no MAM_SP

Começam na semana que vem mais dois cursos meus no MAM-SP. O de História da Fotografia, com duração de três meses, sempre às quintas-feiras, das 20.15 às 22.15; o curso de Fotografia e Simbologia, apenas três aulas, no sábado das 10.30 às 12.30h.

O de História da Fotografia, com  início no dia 11 de março, pretende discutir a importância da fotografia na transformação do olhar e visualidade. Como sua invenção transformou o pensamento. Estudar esse fenômeno a partir dos grandes movimentos fotográficos como sua discussão com o jornalismo,  as artes plásticas, a antropologia, e a fotografia artística na época contemporânea.

Já o da Fotografia e Simbologia, com início no dia 13 demarço,  vai estudar a fotografia a partir da definição dos conceitos de mito, símbolo e arquétipos. Passaremos por mitos, contos de fada, obras de ficção, tendo sempre como pano de fundo a imagem.

Informações pelo: 50851312

Espero vocês!

Anúncios

Sob os holofotes

 

Ontem participei com Cristiano Mascaro, Hélio Campos Mello e um jornalista da Reuters Brasil , Todd  Benson- da gravação de um programa do Roda Viva com dois fotógrafos Greg Gibson e Robert Clark, que vieram ao Brasil participar do PhotoImageBrazil. (leia aqui) Foi muito bom! Robert Clark, fotojornalista trabalha na National Geographic e recentemente fez um trabalho jornalístico viajando 50 dias pelos Estados unidos e fotografando com telefone celular, além de ter sido um dos primeiros profissionais a fotografar o ataque às Torres Gêmeas, o famoso 11 de setembro da sacada de seu apartamento. Greg Gibson, fotógrafo de combates, guerras e campanhas presidenciais, além de ter feito a cobertura do caso Monica Lewinsky (lembram dela? Se não, não tem a menor importância) cansou deste perigo e passou para outro: fotografar casamentos. Durante o programa falamos sobre jornalismo, manipulação de imagens, imagem contemporânea, etc. Foi muito agradável !  Na saída, ganhei um super presente, uma caricatura do Paulo Caruso! Não sei ainda quando o programa irá ao ar, mas assim que souber avisarei!

Créditos: foto acima: Greg Gibson- manifestação religiosa em frente à casa Branca; Robert Clark, ataque às torres gêmeas.

A delícia de fotografar livre e solto

Particularmente gosto muito do trabalho do Daniel Aratangy. O conheci quando entrou para a Faculdade de Fotografia que largou logo em seguida por incompatibilidade de horários. Mas ficou o contato. Adoro seus retratos e na sua maneira calma  e tranquila ele tem conseguido se colocar muito bem na mídia – especialmente na área de retratos. Ele foi o único  brasileiro a participar de uma empreitada fotográfica organizada pela Motorola para a campanha de um celular em parceria com a Kodak. Foram escolhidos oito fotógrafos no mundo todo. Nova York, Pequim Londres, Moscou, Bombaim, Cidade do México e Sidney. A pauta, cobrir a cidade em que vivem durante 24 horas seguidas. A idéia de fotografar uma cidade em 24 horas é bem antiga (vários livros já foram feitos sobe isso), mas o bacana é sair livre e solto com apenas um celular: isso faz com que tenhamos maior mobilidade e quase uma brincadeira lúdica. Pode-se perceber os fotógrafos se divertindo no making off realizado. (Veja youtube=http://br.youtube.com/watch?v=cDl8YO7DL6M] ). O resultado está agora exposto em Pequim, mas vai rodar o mundo!