Francesco Zizola, é o cara!

dia 2 paraty-12Confesso que não  foi  para mim uma supresa entrevistá-lo. Sabia o que viria.  Conhecia e acompanhava há tempos seu trabalho, sua fotografia e não só por sermos ambos romanos, mas porque desde que ele começou a aparecer na mídia, no final dos anos 80, início dos anos 90, me deparei com suas fotografias na imprensa italiana durante uma das minhas viagens a Roma. Nunca mais deixei de ser seguidora de seu trabalho. Não o havia encontrado antes, nunca havia lido nada que tivesse sido escrito por ele, mas já tinha lido entrevistas com ele e acompanhado uma sua entrevista no youtube feita pelo critico de fotografia italiano Sandro Iovine. Sabia de antemão quem encontraria pela frente. Mesmo assim,ao entrevistá-lo, como raras vezes aconteceu em minha vida profissional, fui como uma fã (lembro minha primeira entrevista com Sebastião Salgado e com Olivieiro Toscani). Sua desinvoltura, sua coerência e conhecimento sobre o que é ser jornalista e fotojornalista, suas noções éticas – que deveriam ser de qualquer um – suas criticas aos mídias e aos editores de fotografia ou de arte e sua completa disponibilidade em ouvir supreenderam. Importante também quando tocou no seu estudio 10 B e falou sobre o uso de photoshop nas imagens.

zif_iraq_15

No estudio 10B desenvolveu um belo trabalho onde procura demonstrar quando de fato a foto foi manipulada pelo photoshop e quando não. Assim também como falou de sua participação da agência Noorcriada por ele e mais nove fotógrafos, em torno de um mesmo ideal de fotojornalismo.

 

003

Sua cultura fotográfica, não apenas jornalística, é bastante ampla e profunda. Não fala por falar. Está sempre bem preparado. Mesmo que muitas vezes jogue frases com uma irreverência própria dos romanos. Não só quando foi entrevistado, mas também quando presenciou várias entrevistas e participou fazendo perguntas. De caderneta em punho anotava e escrevia , numa conversa, talvez, com ele mesmo. Depois me confessou que eram perguntas que lhe surgiam durante os depoimentos dos entrevistados. Idéias a serem desenvolvidas quem sabe um dia. Tomara! Sem dúvida Francesco Zizola faz a diferença!

zif1997005w00039-09a

A reprodução destas imagens foi uma cortesia do autor. PROIBIDA A REPRODUÇÃO

Anúncios

3 comentários em “Francesco Zizola, é o cara!

  1. Descobrí o trabalho dele há alguns anos. Por ele, descobrí a Noor e me apaixonei também pelo trabalho do Pep Bonet.

    Meus parabéns pelos posts. Fiquei feliz em ler críticas sinceras (sobre o trabalho da Alessandra Sanguinetti, principalmente).

    Sobre o Zizola, conhece um podcast disponível na iTunes Store (gratuitamente), de uma palestra sobre jornalismo em que ele discursa? Sei que tem disponíve em video e audio (em italiano). Não conheço muito da língua, por isso ainda não o assistí, mas vou tentar. rs

    Mais uma vez meus parabéns.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s