A fotografia morreu? Menos, menos, por favor!!!!

Soube ontem que anda ocorrendo uma discussão via twitter ( não tenho twitter, mas confesso que não sei como isso pode acontecer, visto que me parece – mas, com certeza estou enganada – que não dá para expandir uma conversa, enfim!) sobre a morte da fotografia. Confesso que na hora me deu uma vontade enorme de gargalhar! Anda na moda matar: fotografia, fotojornalismo, autores, etc…. Estes factóide mais parecem desabafos ao pé da mesa de um  bar e conversa jogada fora. Menos, por favor, menos! Estamos mudando? Que bom! Vamos ter que aprender a filmar? Excelente! Todos fotografam? Melhor ainda.

pauldelaroche01Só para lembrar ( o que esqueceram e para os que não conhecem) no dia em que a Academia de Ciências e Artes da França tornou pública a invenção da fotografia, o pintor Paul Delaroche (na foto ao lado, 1797-1856) saiu pelas ruas de Paris e aos berros vaticinava: “A pintura morreu! Qualquer um agora pode produzir imagens”. Anos e anos depois essa profecia, como bem sabemos, não se realizou. Ainda bem. Além disso, várias invenções ao surgirem foram duramente criticadas. Quando foi inventada a televisão, o rádio deveria morrer, assim como o cinema: o som do filme acabaria com a magia do cinema. Isso para não falar do surgimento do vídeo. Nada morreu. Até o velho e saudoso LP (vinil) está de volta. Portanto, muita calam nessa hora.  Se como diz a lenda a fotografia libertou a pintura, o digital vai libertar a fotografia.

461px-Delaroche_-_Bonaparte_franchissant_les_AlpesEm tempo: um dos quadros mais famosos de Paul Delaroche, “Bonaparte cruzando os Alpes”foi feito 10 anos após a invenção da fotografia, em 1848….

 

Anúncios

9 comentários em “A fotografia morreu? Menos, menos, por favor!!!!

  1. Fiquei curiosa e intrigada. Dentre as pessoas que acompanho e em uma busca genérica sobre fotografia no Twitter não vi essa discussão. Gostaria de saber a origem.
    E sim, concordo que as mídias se transformam e que novos meios se agregam. Talvez algumas facetas da fotografia caiam em desuso, mas podem ser revitalizadas em outro tempo. De fato, o espectro de atuação do “digital” é abrangente, muito mais amplo, e alguns modos de produção de imagem se projetam sobre outros já consolidados em algum momento.

  2. Depois da aula eu fiquei tentando me lembrar como tudo tinha começado.

    Andréa, foi o Nata que indicou 20 portfólios de fotojornalistas? Eu não consigo me lembrar se foi por vocês ou por outro twitter que eu sigo que eu repassei a dica. De qq maneira foi assim que começou. Porque eu me lembrei de outros portfas interessantes e postei, outros fotógrafos tb postaram dicas e tal. Um amigo meu, jornalista, ficou impressionado com a qualidade dos trabalhos em uma época em que as agências fotográficas estão em crise (caso da Gamma). Rápido, a discussão evoluiu para o nosso fim. Como se não houvesse chance de continuarmos a desenvolver o ofício se não migrássemos para vídeo e cinema. Eu acho até natural que parte dos fotógrafos migre mesmo, mas por opção, não como “não teremos como sobreviver no futuro”. Também não percebo o mercado profissional esteja tão em baixa, me parece mais que está em turbulência porque vivemos em uma fase de transição. Os paradigmas estão mudando e é óbvio que vamos sentir os efeitos, nem sempre agradáveis. Eu fui dar uma checada para ver se a discussão tinha continuado, mas morreu e algumas opiniões foram apagadas. De qualquer maneira esse tema tem sido meio recorrente em vários blogs, fóruns etc. Não acho muito diferente da reação das pessoas na Revolução Industrial, mas eu admito que fiquei uns 2 dias minhocando o assunto e sofrendo ;o)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s