Imagens naif, enriquecidas pelo toque da saudade

voltaire-fraga11

Um resgate visual. Assim pode ser definida a exposição Voltaire Fraga – Abundante Cidade. Dessemelhante Bahia, com curadoria de Diógenes Moura, em comemoração ao mês da Consciência Negra.

 

Fotógrafo baiano desconhecido por muitos, Voltaire Fraga (1912-2006) começou a fotografar nos anos 30. Encontramos em seus retratos e em suas imagens uma busca humanista que ressalta o cotidiano da cidade e das pessoas. Sua estética, muito comum nessas décadas – nós a encontraremos anos mais tarde nas fotografias de Pierre Verger, que chegou ao Brasil em 1946 -, desvela e revela o banal. Como não podia deixar de ser, é no sincretismo religioso, no mar, nos pescadores e trabalhadores braçais, nas ladeiras de Salvador que a fotografia de Voltaire Fraga se faz presente.

Seu encontro com a fotografia se deu por acaso, como ele mesmo deixou escrito: ao passear pela cidade, viu numa vitrine uma câmara fotográfica VAG 9 x12. Foi o que bastou para que sentisse e se decidisse pela vida de fotógrafo. O ano era o de 1927. Três anos depois, enviou algumas fotografias para uma revista no Rio de Janeiro. Não precisou esperar muito para encontrar as mesmas fotografias publicadas nas páginas centrais da revista O Cruzeiro sob o título: As Fotografias da Bahia de Voltaire Fraga.

“Produzidas entre as décadas de 1930 e 1960, essas fotografias nunca esgotam os percursos que fizeram da Bahia um objeto de desejo para fotógrafos viajantes e outros não, desde o início da documentação oitocentista”, escreve no catálogo o curador da mostra.

E, assim como as primeiras imagens do século 19, as fotografias de Voltaire Fraga mais se assemelham ao trabalho de um amador – no sentido daquele que gosta do que faz -, como se ele mesmo ao fotografar estivesse descobrindo a Bahia. Registra o que vê com o olhar atento de quem anota. Caminha a esmo, encontra, registra e guarda. Imagens naïf que se enriqueceram pelo tempo, que adquiriram um tom de saudade, de tempo passado. Registros de uma Bahia idealizada. Não por isso menos interessante e instigante. Uma Bahia que se construiu à imagem e semelhança das inúmeras representações pictóricas que dela fizeram.

voltaireInfelizmente, muitas das imagens se perderam durante um temporal que inundou a casa de Voltaire Fraga e destruiu quase 10 mil negativos. Sobraram poucos, 2 mil, que ele tratou e preservou até o fim de sua vida, em 2006. É parte desse acervo que a Pinacoteca nos mostra. Uma homenagem devida a um profissional que com olhos livres nos ajudou a construir nosso passado.

Serviço
Voltaire Fraga. Pinacoteca. Praça da Luz, 2, tel. 3324 -1000. 10 h/18 h (fecha 2.ª). R$ 4 (sáb. grátis). Até 11/1

Anúncios

3 comentários em “Imagens naif, enriquecidas pelo toque da saudade

  1. Tomei conheciemnto do esplêndido trabalho de Voltaire Fraga através da revista Muito de 11 de janeirode 2009 – que sai aos domingos juntamente com o jornal a Tarde. Li toda a matéria e fiquei impressionado pelo seus acervo e pelo descaso dos poderes públicos.

    Estou agora na Internet pesquisando fotos suas e, ao mesmo tempo, procurando alguma fota da Av. Brandão – não é Vila Brandão – na Ladeira da Barra. Explico: estou fazendo um levantamento – para escrever a trajetória – da minha família que lá morou por mais de 50 anos e não encontro nenhuma foto desse lugar.

    Se alguém tiver como me ajudar e vou agradecer muitíssimo

    Saudações

    Mariano Bernardes de Lima

    e-mail:marianobernardes@yahoo.com.br
    Tels. 71 3376 4607 / 9211 2025

  2. Por motivo de saúde não pude apreciar em toda a sua plenitude a exposição de Voltaire Fraga em agosto no Palacete das Artes. Isso me deixou muitíssimo angustiado, pois estava esperando essa exposição desde que soube da de fevereiro na Pinacoteca de São Paulo. Na verdade, para diminuir essa minha aflição, gostaria de saber como adquirir o livro com as fotos. Vi que na Pinacoteca de São Paulo falava sobre exposição das fotos e livro.
    Agradeço a gentileza de quem possa me ajudar

    Mariano Bernardes de LIma
    Tels. 71 3376 4607 / 9211 2025

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s