Copiando Oliveiro Toscani

071024_f_029.jpgFoi lançada uma campanha publicitária na Italia contra a discriminação homossexual. Um bebê recém-nascido traz no pulso uma pulseira onde no local do nome se lê a palavra “homossexual”. A campanha é da região da Toscana.  A idéia é seer contra o pré-conceito. E foi apoiada (a campanha) pelo governo italiano. Deu no jornal Corriere della Sera. Já consigo antever (e não vou perder por nada) os vários programas de televisão (RAI) onde as pessoas vão gritar, se insultar, falar todas ao mesmo tempo e onde o racismo e os pré-conceitos italianos vão vir à tona,  fácil fácil. Mais uma imagem-choque, mas desta vez o responsável não é o Oliviero Toscani. A Itália ainda está discutindo e mandando tirar os cartazes contra anorexia (esta sim do Toscani) que uma nova idéia aparece no lugar. Tinha razão Guy Debord (embora Susan Sontag, que Deus a tenha, negue!), vivemos na sociedade do espetáculo. O cartaz do bebê faz parte  da divulgação de um festival da criatividade! Há pouco a Itália já tinha entrado em outra confusão coma a publicidade do Dolce Gabbana, enfim…..Oliviero faz escola e, com certeza, na sua fazenda na Toscana ri!

0726793.jpg11722631750dolcegabbana2.jpg

 

Em tempo: ainda não achei o nome do responsável pela campanha!

Anúncios

5 comentários em “Copiando Oliveiro Toscani

  1. Postei ou não postei? Devem ser as muitas horas de sono que tenho perdido com minhas pesquisas. Bem, a foto do bebe é uma xupação só. Cópia apelativa.
    Uma vez Toscani fotografou um homem morrendo – vítima da aids. O cidadão tinha um rosto com a la jesus. Tudo para a Benetton. Daí, me lembrei duma foto autorizada de um casal de homossexuais em situação normal de convivência. Dormindo de preferência. No pulso de algum deles, uma fitinha do Senhor do Bom Fim com as côres do arco iris. Click! É só.

  2. Opá! Se dirigir com sono já perigoso, escrever, pior ainda. Saí às 3:15 da manhã de cima de uma “banda abstratata” de uma lanhouse – pois não tenho computador até melhorarem a conexão por aqui . É isso mesmo. Não tem banda curta quanto mais larga. Por tanto, esqueça transmitir arquivos pesados da maloca que não vai dar certo, mesmo. Chegando no estudio, depois de um merecido banho peguei o livro de Oliviero Toscani – A publicidade é um cadáver que nos sorri – e constatei que a foto do moço morrendo, vítima da aids, que, que Toscani usou na campanha da Benetton e ilustra seus argumentos no livro, é de autoria de Thérèza Frare. Bem, de qualquer maneira, aprendi duas lições: ler os livros com mais atenção e jamais escrever com sono. Valeu pelo toque, professora Simonetta. Obrigado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s