O que Doris Lessing tem a ver com fotografia? Nada

290px-1991_09_21_de_ba_dachau.jpg Tudo! A autora britânica que nasceu em 1919 e completará 88 anos no próximo dia 22 de outubro (dois dias antes do meu aniversário e no dia do aniversário do Cristiano Mascaro) acaba de receber o prêmio Nobel de Literatura. Fantástico. Sei que Doris Lessing não escrevia sobre fotografia e muito menos a respeito dos fotógrafos, mas  seu livro “Prisões que escolhemos para viver” (Editora Bertrand Brasil) deveria ser lido por todos que trabalham com comunicação, com arte, com formas de expressão. Resultado de uma série de conferências realizadas na rádio em 1985 ela traz o que sempre pertenceu à sua obra: a preocupação com o ser humano. Ela traz com quase 20 anos de antecedência questões sobre o consumismo, a nova ordem político-ideológica a insanidade coletiva. Ela fala sobre liberdade e responsabilidade, emoções de massa, crenças, dogmas, mas acima de tudo atitudes. Ela ataca a crueldade e a ignorância. Ou seja, todos temas, que deveriam pertencer também ao olhar ou à consciência dos fotógrafos. Nem sempre as respostas das nossas angústias chegam de onde esperamos. Mas com certeza, todas elas estão bem explicitadas na literatura.

Anúncios

Um comentário em “O que Doris Lessing tem a ver com fotografia? Nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s